QUEM SOU

Eu, Juno Nedel, sou um jornalista, pesquisador e artista transmasculino. Atualmente vivo em São Paulo (SP) e sou natural de Florianópolis (SC). 

Trabalho como webdesigner, social media, ilustrador e diagramador. Sou formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e mestre em História Global pela mesma instituição.

Além disso, também sou artista circense. Faço parte da Cia Fundo Mundo, a primeira companhia circense formada apenas por pessoas trans, travestis e não-binárias no Brasil.

Sou autor de dois livros: “Desvairadas: Histórias de pessoas LGBT em Florianópolis, capital de Santa Catarina” (UFSC, 2014) e “Contos do Machado” (Editora Novo Século, 2018). Também editei o webdocumentário Mulheres de Luta, financiado pela CAPES.

PUBLICAÇÕES

Sou autor de dois livros e uma série de artigos acadêmicos. Saiba mais sobre meus escritos abaixo! 

LIVRO-REPORTAGEM

desvairadas: histórias de pessoas lgbt em florianópolis, capital de santa catarina

Este livro-reportagem foi produzido de maneira independente e apresentado como TCC do curso de Jornalismo em 2014, com o intuito de oferecer narrativas jornalísticas sobre pessoas LGBT que fujam do olhar de exotificação e patologização habitualmente encontrado em reportagens dos meios de comunicação hegemônicos. Por esse motivo, a reprodução deste material é livre e fortemente estimulada.

livro de ficção ilustrado

contos do machado

Este é um livro de ficção elaborado na companhia de Maurizio Ruzzi e publicado em 2018 pela Editora Novo Século. Como um de seus autores, fui responsável pelo projeto gráfico, diagramação e ilustrações presentes na obra. Você pode adquirir este livro online ou comigo, caso prefira retirá-lo presencialmente.

webdoc

projeto multimídia

MUlheres de luta

Em 2019, tive a oportunidade de editar o webdocumentário “Mulheres de Luta: Feminismo e esquerdas no Brasil (1964-1985)”, financiado pela CAPES e coordenado pela professora dra. Cristina Sheibe Wolff. 

Um webdoc é uma mídia que tem como objetivo documentar o real por meio de tecnologia digital interativa (vídeos, fotos, áudios, linguagem de programação, etc).

Em um webdocumentário, o espectador possui um papel ativo na construção da narrativa: é o espectador quem decide o que assistir primeiro, por quais linhas narrativas seguir, em quanto tempo vai assistir.

Foto de capa

Portfólio artístico

Faço parte da Cia Fundo Mundo, a primeira companhia circense formada apenas por pessoas trans, travestis e não-binárias no Brasil. Nosso trabalho é uma forma radical de vínculo com a vida, pois acreditamos na arte como retorno e como possibilidade de expandir diálogos com outras comunidades.

Sui Generis é o nome do espetáculo que abre as nossas portas. Nele, abordamos temáticas de gênero e sexualidade de uma maneira ácida, provocativa e carregada de humor. Estreamos em 2018 e já fizemos apresentações em Florianópolis (SC), Balneário Camboriú (SC), Curitiba (PR), Ribeirão Preto (SP), São Paulo (SP), Londrina (PR), Eusébio (CE) e Fortaleza (CE).

fale comigo

Clique nos ícones abaixo para entrar em contato.

Se preferir, você pode enviar um e-mail para junonedel@gmail.com.